Páginas

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Eu sinto sua falta.

Acreditava eu que não iria sentir saudade do seu sorriso, das tuas brincadeiras, conselhos, palavras, beijos e abraços. Puro engano, a saudade bateu forte e doeu no peito, como nenhuma outra dor, e veio acompanhada de medo, de insegurança.
E de repente me vejo derramando lágrimas por tua causa, pela saudade, pelo medo, pela insegurança. Quando paro pra pensar, as lágrimas já correram e molharam o rosto, os pensamentos ruins já chegaram e o pressentimento hora se mostra e hora se esconde.
Eu te peço desculpas, mas é que sem você aqui tem sido dificil, por mais que você esteja presente em certos momentos é como se não estivesse, você desaparece, está longe de mim e eu não consigo te alcançar, não estamos no mesmo ritmo, na verdade... não estamos na mesma dança.
E o que mais dói, é que isso tudo é apenas uma vírgula e não um ponto.

"Eu sinto sua falta
Eu sinto falta do seu sorriso
E eu ainda derramo lágrimas
De vez em quando
E embora seja diferente agora"

I miss you-Miley Cyrus

3 comentários:

Fernanda. disse...

Quando paramos de pensar... a dor costuma ficar menor, até que simplesmente some quando finalmente gozamos de nossa propria companhia

Aquela tal de brito disse...

aii meu bem saudade é algo que doi demais
eu sei como é
e nem sempre vc esquece , mas de vez enquanto a dor ameniza. ;/

bjs;*

Daniela Filipini disse...

Por pior que seja, toda dor é passageira, e mesmo que demore a passar, passara! Linda a musica que você colocou no final do post.
Beijos!