Páginas

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Que brilhe menina! (novamente)

" Amor é para os fracos. Os bons se contentam com pílulas
para dormir, filmes, água com açucar e chocolates em 
forma de coração"
(Desconheço autoria)

- Não sabes bem o que falar, certo moça?

- As palavras parecem que fogem de mim...

- Ou você quem foge delas?

- Não! Fugir não adiantaria. Elas me encontrariam.

- Na verdade, não é bem das palavras que tu foges.

- Continua com sua persistencia garoto. Do que fujo afinal?

- Do amor!

- E o que isso tem de comum com as palavras que não me cercam mais?

- É que as palavras são metidas.

- Como metidas?

- Elas gostam do amor, gostam de tentar traduzi-lo. Bobas. Pensam que conseguem. E tu, não deixas o amor te cercar.

- Não quero sofrer garoto.

- E quem lhe disse que amar e sofrer?

- Ja senti isso aqui, no lado esquerdo.

- Boba você agora, moça. O amor na sua essência é belo, magico e intrigante.

- Vai me dizer que não machuca?

- Se amas de verdade, não {...}

2 comentários:

Lys Roodri gues disse...

Adorei o dialogo querida, foi tao lindo e profundo, sabe amar dói sim, sendo amor de verdade ou nao, sempre dói!, principalmente os verdadeiros certo? E bom ame quando sentires pronta para abrir teu coraçao enquanto nao, vivas e seja feliz!
Beijoos com carinho.

Mel disse...

Achei lindo, muito doce. Eu realmente acredito nisso, o amor de verdade não dói, procuro um amor assim, sem sofrimento, sem cobranças... Lindo demais.

Muito obrigada pela visita, seu blog é lindo, Beijos!