Páginas

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010


Sumi porque só faço besteira em sua presença, fico mudo quando deveria verbalizar, digo um absurdo atrás do outro quando melhor seria silenciar, faço brincadeiras de mau gosto e sofro antes, durante e depois de te encontrar.
Sumi porque não há futuro e isso não é o mais difícil de lidar, pior é não ter presente e o passado ser mais fluido que o ar.
Sumi porque não há o que se possa resgatar, meu sumiço é covarde mas atento, meio fajuto meio autêntico, sumi porque sumir é um jogo de paciência, ausentar-se é risco e sapiência, pareço desinteressado, mas sumi para estar para sempre do seu lado, a saudade fará mais por nós dois que nosso amor e sua desajeitada e irrefletida permanência. 

Martha Medeiros

5 comentários:

Bandys disse...

Sou o que restou de nós dois
E na saudade de você
Sinto falta de mim.



Beijos

Natália Corrêa disse...

Pois eu queria que minha saudade sumisse :(

* ~ Lys disse...

Acho a saudade reveladora mostra o que realmente nos faz falta e se fazem falta é por que em algum momento fora bom! *-*
Beijoo

Hosana Lemos disse...

Me encanto pelos textos de Martha Medeiros
*-*

disse...

Saudades ás vezes sufoca :O

Gostei muito do teu blog, tão delicados teus textos e significativos :)

parabéns!


beeijos!