Páginas

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Sobre cores

É que hoje tu me fizeste falta Náh.
Eu me lembrei das coisas com detalhes. Do seu sorriso sereno e do teu toque suave.
Tu me eras como um alicerce. Nossa confiança era pura embora naquela época isso soava com outro nome.
Sempre cativante mas com teus extremos. De irritante a amável. Bobo.
Meus fins de tarde eram doces com tua presença constante. E hoje o meu entardeçer não tem mais as mesmas cores. A tua me falta!
Bobo que és sentia ciúmes quando vinha acompanhada para o entardecer. Tu cuidaste de mim com o carinho que se tem por uma irmã.
E me doí por isso. Não ser presença constante como foi. Embora, sejamos ainda.

10 comentários:

Pammella disse...

não gosto de sentir saudade..
eu choro.


amei o texto guria, tu tem o dom.
beijo super.
muito bom te ter no meu espaço.
até!

Little dreamer disse...

Olha so quem resolveu aparecer! :$ Mo tempao q a gente nao conversa ne menina linda?!
Bom, aquela coisinha, é segredo. Um projeto, mas que volto a repetir, tera participaçao sua. Pode deixar, q na construçao dele, eu te comunico. Aquilo q me mandou lembra?! Por email... Eu li... Bom demais! PARABENS!

Luh* disse...

Saudade doi tanto né?! mas tudo se acerta!
beijos

Maria Fernanda Probst disse...

A saudade sempre machuca demais.

Márcia Amaral disse...

essa saudade que consume, doi tanto, até mais que uma perca

Daniela Filipini disse...

Sentimento doloroso...

Felicidade Clandestina. disse...

AAI. )': e como dói a saudade.

gostei do modo como descrevestes esse sentimento flor ♥

me fez lembrar tanta coisa...

beijos enormes !

Hosana Lemos disse...

como é ruim sentir saudade, como dói a ausência de alguém sempre querido
=/

Milena' disse...

é quase paralisante sentir saudade. Tortura, eu diria.

Caá disse...

saudades, o sentimento que eu ainda nao aprendi a controlar.

adorei o bloog =)
besos querida, bom fds :D